Quarta-feira, 9 de Fevereiro de 2011

Europa vs Japão…ou como eu gosto de coisas estranhas

 

 

 

 

 

            Em linguagem científica, ordem de grandeza é a potência inteira de 10 que melhor se aproxima de um determinado número. A ordem de grandeza de 0,3 é 10-1, a ordem de grandeza de 2 é 100, a ordem de grandeza de 69 é 102 e assim sucessivamente.

 

            Apesar de tal definição ser praticamente inatingível para grande maioria das pessoas (muitas delas divorciadas da matemática), a sua correspondente em linguagem comum é amplamente utilizada quando se tentam estimar ou comparar quantidades. Também quando se comparam países, continentes ou regiões do nosso planeta, este conceito pode ser utilizado. A ordem de grandeza do território espanhol é muito superior à do território português ou como descobri nestes últimos dias, a ordem de grandeza do Japão é muito maior que a ordem de grandeza da Europa.

 

            É precisamente nesta última ideia, que me vou centrar hoje. Desde há algum tempo que sei que se defende na Europa a ideia de um carregador universal de telemóveis. Pode parecer um assunto menor mas actualmente quase todos consideram que é impossível viver sem um telemóvel (mesmo aqueles, que como eu, viveram toda uma adolescência a correr para o telefone fixo lá de casa antes que as chamadas fossem atendidas pelos pais ou à espera de amigos atrasados para encontros).  É por isso que é fácil perceber qual a dimensão real desta medida. As implicações sociais são enormes, mas as ambientais também não são de negligenciar, pois a partir do momento em que for implementada, a necessidade de adquirir um carregador quando se compra um novo aparelho deixa de existir.

 

            Mas inovação é o que está a ser desenvolvido actualmente no Japão – um iluminador de dentadura! Dois designer’s japoneses - Motoi Ishibashi e Daito Manabe – desenvolveram um mecanismo que permite iluminar os dentes de qualquer um de nós utilizando um dispositivo LED.  A iluminação pode ser feita recorrendo a várias cores e o dispositivo, que é activado quando se sorri, pode ser programado utilizando um computador. Do ponto vista ambiental o impacte desta invenção não será positivo e do ponto vista social também não sei se corresponderá a um marco histórico, mas lá que o Japão está “muito à frente”, está!

 

            Ainda não estão à venda, mas eu quero muito ter um!

 

 

publicado por Veruska às 17:44

link do post | comentar | ver comentários (5) | favorito
|
Sábado, 5 de Fevereiro de 2011

Quora… ou como os finlandeses resolvem os problemas

 

 

 

   Desde há duas semanas que tento pertencer a uma nova rede social – a Quora – que se pensa vir a ser mais importante do que o Facebook. Este é um site de questões colocadas por quem quiser e respondidas também por quem quiser. Lá se conseguem encontrar respostas a problemas tão importantes como “O que fazer para satisfazer uma mulher?”, “Qual foi a origem do Universo?”, “Será que o FMI chega?” ou até “Quando irá estrear o musical do Homem-Aranha?”.

 

 

   Neste momento, apenas os americanos e canadianos lhe podem aceder livremente; todos os outros dependem de um convite de um membro efectivo deste clube restrito, mas existem já boatos de que em breve o site será de livre acesso e todos se poderão registar participando numa gigantesca entrevista colectiva. Se eu não me importo de esperar por esse dia, há quem não consiga manter a calma e tenha já tentado encontrar uma forma semelhante de promover uma troca de conhecimento.  Falo de um grupo de finlandeses que formou a Frente de Libertação Alimentar, tendo já lançado as primeiras questões que ainda não foram respondidas e das quais cito algumas:

          - Qual a quantidade de lixo não reciclável produzido pelas empregas globais de fast food?

          - Que tipo de drogas ilegais usam nos seus processos de fabrico?

          - Porque é que a McDonald’s não se preocupa em reduzir a obesidade e a diabetes?

 

   O sua forma de acção é muito simples. Primeiro é necessário raptar a mascote da organização que se pretende questionar, depois lançam-se as questões no You Tube e por fim, espera-se pelas respostas. O processo finaliza com a decapitação do boneco.

 

   Do país em que a antiga primeiro-ministro Tarja Halonen é sósia do apresentador Conan O’Brien (que de acordo com alguns é o irmão separado à nascença) nada surpreende!  

 

 

 

publicado por Veruska às 17:47

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|

.eu

.pesquisar

 

.Agosto 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.últimos reflexos

. ...

. O poder da publicidade......

. Que coisa estúpida... ou ...

. ...

. ...

. ...

. Concentração motard de Fa...

. ...

. ...

. ...

.caixa de Pandora

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2011

. Agosto 2010

. Abril 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

.tags

. todas as tags

.favoritos

. Uma experiência quase cie...

. Os vossos favoritos

.links

.espreitadelas

Contador grátis
Link

.mais comentados

blogs SAPO

.subscrever feeds