Quarta-feira, 2 de Maio de 2012

Não consegui fazer compras no Pingo Doce... ou como um activista francês consegue entrar numa central nuclear


                                                                                          

 

Já há vários dias que corria o rumor de que o Pingo Doce iria fazer uma promoção bombástica. O desconto de 50% parecia ser consensual, embora não se soubesse concretamente quais as condições que iriam ser aplicadas.

 

Sendo eu uma incondicional dos supermercados da Jerónimo Martins, preparei-me para o evento pensando no que necessitava de adquirir e a melhor forma de o fazer no menor espaço de tempo possível organizando tudo o que precisava apenas num carrinho. Efabulei sobre tudo o que poderia acontecer nesse dia. Gostaria de comprar fraldas e afins a preços baixos, acrescentar uns cremes hidratantes, repor o stock de produtos de limpeza e trazer umas guloseimas.  A poupança que tencionava fazer seria enorme, porque sendo eu uma grande aficionada dos produtos de marca própria do dito supermercado estaria já a ganhar com o baixo preço a que elas são vendidas.

 

Preocupava-me o facto de ser o feriado de 1º de Maio, dia em que por motivos vários, teria de participar nas comemorações que iriam realizar-se em Alte. Não conseguiria realizar as compras logo à abertura e corria o risco de ao final do dia já haver muita confusão.

 

O meu dia decorreu sem acesso aos meios de comunicação social e as poucas notícias de que tive conhecimento vieram pelo telefonema de uma amiga que me relatou alguma confusão, umas prateleiras vazias e me aconselhou algumas estratégias para me ser prontamente atendida nas caixas.

 

Espalhei a boa-nova ao longo do dia e quando finalmente me dirigi ao Pingo Doce em Faro (Figuras) deparei-me com um cenário de alguma confusão mas que se parecia afastar do caos a que mais tarde vim a ter conhecimento.  Estacionei o carro com alguma facilidade (consequência de ser cliente assídua da superfície comercial e saber já como posso estacionar em “lugares alternativos”), agarrei em vários sacos reutilizáveis, peguei no meu filho de 5 meses, endireitei as costas, respirei fundo e iniciei a marcha que me levaria ao interior do supermercado.

 

A zona da fruta/legumas estava cheia de produtos e a da charcutaria embalada também, o que me proporcionou algum alento.  As pessoas amontoavam-se e os produtos também. Muitos tinham adoptado a mesma estratégia de levar um bebé com eles, outros achavam indecente que se estivessem a usar crianças neste tipo de situação.

 

Empinei o nariz e comecei a tentar chegar aos corredores mais internos para avaliar se valeria a pena enfrentar aquela confusão. Ao fim de poucos metros fiquei logo bloqueada por carrinhos, sacos com compras, caixas com amontado de objectos, etc. Tive de sair dali rapidamente.  E foi mesmo rapidamente. Tive sorte e colei-me a um senhor de cadeira de rodas que me foi servindo de “abre-alas”.

 

            Por todo o lado se fala nos aspectos negativos em redor desta promoção sem precedentes, mas ninguém fala daquilo que já se aprendeu com o que aconteceu em Portugal.  Refiro-me concretamente ao jovem que conseguiu entrar numa central nuclear francesa.  Ele “chegou num parapente a motor à central nuclear francesa de Bugey, accionou um dispositivo que libertou fumo e depois aterrou no interior da central”.  Estou certa de que terá passado o Dia do Trabalhador a tentar fazer compras no Pingo Doce.

publicado por Veruska às 12:48

link do post | comentar | favorito
|
4 comentários:
De Tio do Algarve a 2 de Maio de 2012 às 22:26
Num caso e noutro o pior parece ser sair...
De Veruska a 2 de Maio de 2012 às 22:28
ahahaha...sim, sim! Andas a receber muitas cartas! ;)
De trufas a 4 de Maio de 2012 às 19:50
ótimo blog, parabéns...
De Veruska a 4 de Maio de 2012 às 22:56
Obrigada. :)

Comentar post

.eu

.pesquisar

 

.Agosto 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.últimos reflexos

. ...

. O poder da publicidade......

. Que coisa estúpida... ou ...

. ...

. ...

. ...

. Concentração motard de Fa...

. ...

. ...

. ...

.caixa de Pandora

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2011

. Agosto 2010

. Abril 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

.tags

. todas as tags

.favoritos

. Uma experiência quase cie...

. Os vossos favoritos

.links

.espreitadelas

Contador grátis
Link

.mais comentados

blogs SAPO

.subscrever feeds