Quarta-feira, 23 de Maio de 2012

Cenas da vida privada... ou como eu desprezei um podólogo


                                                                                          

 

Sempre achei que os pés devem ser tratados.  Gosto de os ver hidratados, com as unhas bonitas e pintadas, sem ressequimentos nos calcanhares e dentro de uns sapatos de salto alto estonteantes de belos. Por essa razão, decidi aproveitar a borla promovida pela Junta de Freguesia de Montenegro (Faro) e lá fui eu usufruir de uma consulta de podologia com o intuito de descobrir se tinha unhas encravadas ou não.

 

A expectativa era em muito ultrapassada pelo temor de ter de extrair por completo a minha unha do dedo mindinho do pé. Desde há anos, que a mesma me dói  sobretudo quando a moda me obriga a usar sapatos de biqueira estreita, situação com um elevado grau de incompatibilidade com o formato do meu pé.

 

Depois de ter esperado quase uma hora para ser atendida, percebi que o técnico estava a chegar quando uma auxiliar entre dentes disse ao jovem bonacheirão que passava que já várias pessoas o aguardavam. Prontamente fui encaminhada para o gabinete onde o Dr. se apressou a pedir-me desculpa pelo atraso verificado. Em dois minutos foi feito o rastreio e o veredito não podia ser mais assustador. Quanto a calosidades, unhas encravadas e desidratação não havia nada de preocupante, mas já no que dizia respeito aos fungos, a situação mudava totalmente de figura e seria necessário não só uma intervenção que duraria cerca de um ano, como uma reeducação ao nível do meu calçado e dos meus comportamentos em relação aos pés.

 

Teria de deixar de pintar as unhas, situação que causou em mim o maior desalento imaginado. Afinal de contas o tempo “das sandálias” já começou e só ainda não tinha as unhas pintadas porque tinha a consulta de podologia agendada.

 

Seriam-me permitidos sapatos de salto alto, embora não muito alto, com atacadores e assim “um salto que acompanhasse todo o sapato”. O receio invadiu-me, já que os sapatos de cunha não são os meus preferidos.

 

Poderia usar botas; umas botas “tipo texanas com a biqueira larga” modelo que nem consigo imaginar.

 

            Ainda lhe perguntei:

 

            - Mas, ó Dr. o que é que faço às centenas de euros que tenho dentro dos meus armários????!!!!

            - Pois é, a senhora pertence a uma classe tramada, em que o aspecto físico é muito importante.

 

            A partir daqui já não registei mais nada. Só queria sair dali. Estou certa de que me sentiria como o Miguel Relvas, mas ao contrário.  Não sabia nada da vida privada do podólogo, mas também eu só desejava um blackout que impedisse que a informação sobre os meus pés chegasse até mim.

publicado por Veruska às 15:23

link do post | comentar | favorito
|

.eu

.pesquisar

 

.Agosto 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.últimos reflexos

. ...

. O poder da publicidade......

. Que coisa estúpida... ou ...

. ...

. ...

. ...

. Concentração motard de Fa...

. ...

. ...

. ...

.caixa de Pandora

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2011

. Agosto 2010

. Abril 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

.tags

. todas as tags

.favoritos

. Uma experiência quase cie...

. Os vossos favoritos

.links

.espreitadelas

Contador grátis
Link

.mais comentados

blogs SAPO

.subscrever feeds