Sexta-feira, 23 de Maio de 2008

Uma experiência quase científica... ou uma "edição limitada" na minha vida

        

 
A minha estação do ano preferida sempre foi e será o Outono! Adoro Outubro, quando os dias já são mais pequenos e as tardes ainda são de Sol e o calor é suportável. Adoro o cheiro da chuva de Outono, o movimento de um céu carregado de nuvens e as praias despidas de gente. Gosto da sensação de poder voltar a agasalhar-me nas noites mais frias, do dormir mais confortável e do chá quente à hora do lanche…
 
            É por essa razão que encaro o Verão como a minha penitência – é o relacionamento íntimo com o ar condicionado desprezando todos os outros à minha volta, as imensas horas de leitura debaixo do chapéu-de-sol na praia recusando-me a conversar com quer que seja, as horas intermináveis dentro da água do mar enquanto todos os outros se passeiam pelo areal e a convicção de que se for sozinha para os concertos musicais e outros eventos culturais chegarei a horas!
 
            Só que o auto-conhecimento é tramado e a busca interior é uma constante na minha vida e por essa razão decidi, à semelhança de alguns produtos de consumo, fazer uma “edição limitada” na minha vida de forma a transformar a estação estival num período mais consentâneo com a noção de “silly season”. Inspirada  pelos Gelados Carte d’Or chocolate extra negro, chocolate/laranja e chocolate/pimenta/chili (apenas disponíveis durante a Primavera / Verão ) resolvi promover-me durante um curto período de tempo.
 
            Em primeiro lugar formulei as várias hipóteses que poderiam responder à questão-problema “Como me poderia auto-promover?”, depois pesquisei arduamente de entre as técnicas de marketing aquela ou aquelas que melhor pudessem aumentar o meu valor no mercado e por fim levei a cabo de forma cuidada e metódica toda a experimentação.   Assim, e apenas por alguns dias, decidi colocar na Internet junto com os meus dados pessoais, os meus contactos reais.    Vários foram os que participaram e desde já deixo um grande obrigado a todos pela sua participação despojada de qualquer interesse.
 
A análise dos dados foi muito facilitada pelo facto dos participantes se inserirem em dois grupos já muito estudados – os casados com défice de fidelidade e os cromos com elevada auto-estima (é com muita tristeza que registo a fraca adesão desta última categoria). Também tive alguns contactos de mulheres que eu apenas considerei para efeito estatístico, uma vez que a sua expressão foi muito reduzida. Como esperava encontrar um universo de participantes semelhante às pessoas que me rodeiam, muito surpreendida fiquei com a ausência completa de elementos pertencentes à categoria dos “homens metrossexuais gays”!
 
A conclusão que retiro daqui é que provavelmente as estratégias de marketing que se utilizam nestes tempos de crise não são as melhores – será que vai haver mesmo alguém que irá experimentar a correr o gelado de chocolate/pimenta/chili ou o iogurte morango/pimenta com receio de que esgotem ou sejam retirados do mercado?

 

publicado por Veruska às 23:20

link do post | comentar | favorito (1)
|
14 comentários:
De L'etranger a 24 de Maio de 2008 às 14:21
Disponibilidade. As pessoas querem o que não podem ter. Se o produto se mostrar constantemente disponível, o seu valor diminui. É uma estratégia de marketing já com barbas. Como consumidor (inconsciente) que sou não vislumbrei nada que tenha aumentado o teu valor de mercado. Ou a tua ardua pesquisa de técnicas de marketing, foi muito fraquinha, ou a tua "edição limitada" é uma contrafacção da pior qualidade. Qualidade também pode ser generosidade, coisa que não me falta e como tal, sugiro-te que compres as ditas três embalagens, as guardes no congelador e em pleno mês de Janeiro, te deixes ver explicitamente e sem pudor algum, a devorar um gelado de chocolate/pimenta/chili. Verás como serás muito mais desprezada (a inveja faz milagres)!
Já agora, essa "edição limitada" trazia algum bónus? Brinde? extra? (também são boas técnicas de marketing)!
Não é preciso agradecer.
De Veruska a 25 de Maio de 2008 às 09:00
Foi tudo por amor à Ciência...por amor à Ciência.
De umbreveolhar a 24 de Maio de 2008 às 18:35
Li e gostei do que li. Fico satisfeito e não surpreendido, porque já me habituaste aos melhores textos, como agora é o caso! Parabéns.

Eu gosto do Outono , quando estou no Verão! Porque sentindo tanto calor que como dizes só pode ser amenizado com ar condicionado fico com saudades do outono. Porque nessa altura o clima é mais ameno.

Cumprimentos e espero a tua visita,
Carlos Alberto Borges
De umbreveolhar a 25 de Maio de 2008 às 14:06
Boa tarde,
Tendo em determinado tempo dado provas de uma verdadeira Blogauta, respondendo aos comentários e comentando o meu blog e porventura o dos outros, muito me surpreende que tenha deixado de responder aos meus comentários e também não fazendo qualquer outro a um qualquer post do meu blog.
Foi das primeiras pessoas "adicionadas como amiga", e tudo decorreu bem até certa altura, pois havia troca de ideias que os blogs proporcionam.
Mas lamento a sua ausência, porque a continuar assim., não só me desilude, como também, não é habitual de uma Blogauta que se preze!
Ninguém está acima dos outros neste portal que os blogs nos proporcionaram!
Não´deve ser por causa de eventuais " pergaminhos", pois se fosse o caso, eu tenho-os de sobra!
Divirta-se e e veja o meu último post.
Ficaremos ambos satisfeitos e fazemos jus à nossa amizade virtual. Deixe por favor lá um comentário, que eu agradeço. Só me " baixo" porque é uma pessoa que eu depreendo que tem valor, se não estava quieto! Pois não me faltam comentários, como pode verificar!

Desculpe-me o reparo e continuação de um bom fim de semana,
Carlos Alberto Leite Borges de Araújo
De L'etranger a 26 de Maio de 2008 às 15:54
Chamem a policia!!!Chamem a policia!!!Blogjacking!Blogjacking!Não resistas!Podes sofrer danos psicologicos irreversiveis!E o sr. "baixou-se" o que é sempre uma posição perigosa!!!

(desculpa, mas não deu para resistir!)
De Veruska a 26 de Maio de 2008 às 17:26
Cá para mim tu és o alter-ego do Sr. Carlos Alberto...
De L'etranger a 27 de Maio de 2008 às 01:56
.....a sonolência durante o dia....as nodoas negras.....os ..........

naaaaaaaaaaaa!!!

.....
De umbreveolhar a 27 de Maio de 2008 às 12:26
L'etranger
Meu amigo não se meta onde não é chamado! Eu não " lhe passei a bola". A minha amiga tem intelecto mais do que suficiente para comentar! Não é você!!!
Se não sabe fica a saber que as palavras são na maioria dos casos polissémicas. Por isso não fique preocupado com a palavra "baixar", ente muitas coisas, poderá significar humilhar, e foi neste sentido meu amigo que a apliquei. Os homens do norte não andam de cócaras!!! Não pretenda ser mais sábio do que eu, porque não é de certeza absoluta, e a prova aí está! E nem mais Homem do que eu, com H grande! Aqui não há maricas!!!

Veja o meu blog e comente, se gostar do que é interessante, e desculpe o desabafo. Na Blogosfera existem Amigos e nada mais!
Carlos Alberto
De guiga a 27 de Maio de 2008 às 15:46
Adoro os teus textos.
E acho que hoje em dia as pessoas parecem odiar o compromisso. Enfim...
Para mim, passa-me ao lado coisas fugazes. Gosto do compromisso, da rotina, do amor eterno mesmo sabendo que ele provavelmente não existe.
Beijos!
*.*
De Veruska a 27 de Maio de 2008 às 19:14
Obrigada por gostares dos meus textos. Fico muito feliz por isso.

Não é que odeie os compromissos, mas para ser franca as coisas fugazes seduzem-me de forma inexplicável...

Amor eterno???? É uma história muito bem inventada por alguém que deveria ser condenado à morte. :)
De L'etranger a 29 de Maio de 2008 às 00:47
A menina dança? Uma dança com seis palavrinhas? Lá onde chovem pianos
De Veruska a 29 de Maio de 2008 às 03:35
Claro que vou dançar no teu quintal! Mas não hoje, estou muito cansada...talvez amanhã pense nas palavrinhas. :)
De Infinito e Mais Além a 29 de Maio de 2008 às 10:28
Adorei o texto ou o estudo, como o queiramos chamar, está muitissimo bem escrito e achei bastante divertido.

Quanto à conclusão, assim como, o restante texto pareceu-me a que na verdade poderiamos chegar, pois nos dias que correm, a situação não é para menos.

Gostei do texto, bastante inteligente e agradável.

Continuação...

Ah... E quanto à relação com o Verão, em parte concordo.
De tonix a 31 de Maio de 2008 às 04:29
ando farto de pesquisas,perguntas ,so tangas ... bah .... a dificuldade em dizer monosilabas,ou de apenas contemplar o por do sol ...

porque tem que ser tudo como queremos,e n como temos ? a eterna busca de algo que precisamos,leva nos a criar um vazio, a ficarmmos fustrados e "fudidos" com o que temos ...
minha amiguita,quanto aos gelados, se n ha dos que gosta, coma dos q n gosta, a mente humana faz milagres =)
quanto a por os dados pessoais na internet, alem de parvo,e terrivelment perigoso ...
quanto ao seu sorriso, é lindo =)

Comentar post

.eu

.pesquisar

 

.Agosto 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.últimos reflexos

. ...

. O poder da publicidade......

. Que coisa estúpida... ou ...

. ...

. ...

. ...

. Concentração motard de Fa...

. ...

. ...

. ...

.caixa de Pandora

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2011

. Agosto 2010

. Abril 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

.tags

. todas as tags

.favoritos

. Uma experiência quase cie...

. Os vossos favoritos

.links

.espreitadelas

Contador grátis
Link

.mais comentados

blogs SAPO

.subscrever feeds