Quarta-feira, 14 de Novembro de 2007

Uma valsa inacabada... ou uma garrafa que apenas respirou

 

 

A dança é uma actividade maravilhosa. É através dela que se pode expressar corporalmente o que se sente quando se ouve uma música que nos faz vibrar. A expressão corporal associada a esta actividade pode ser totalmente improvisada ou, pelo contrário, coreografada. Qualquer uma delas proporciona sempre prazer absoluto para quem a pratica.  
 
Existem muitos tipos de danças: as clássicas, as latinas, as brasileiras…  De entre estas saliento a valsa. Sendo esta uma dança de compasso ternário, caracteriza-se por ter três tempos: um tempo forte e dois tempos fracos.
 
Devido à sua versatilidade, esta dança pratica-se também com muita frequência fora das pistas de dança. Considero mesmo, que é no interior de muitos lares acolhedores que ela tem a sua maior expressão. Claro que aqui, esta valsa apesar de muito idêntica à valsa de salão tem algumas particularidades que importa salientar: em vez de se usar todo o corpo, dá-se mais ênfase aos movimentos executados com o tronco, especialmente braços e boca e também se utilizam acessórios específicos: copos e garrafas de vinho. O vinho poderá ser branco ou tinto, embora este último seja a preferência mais comum.
 
O ritual começa sempre com o alinhamento das várias garrafas, de forma a que todos se possam regozijar com a quantidade e a qualidade do vinho que irá ser consumido.    Depois retira-se a rolha à primeira garrafa, para que o vinho possa respirar durante alguns minutos antes de ser bebido.
 
Dá-se então início à dança propriamente dita - leva-se o copo à boca, engole-se e sorri-se com satisfação; leva-se o copo à boca, engole-se e sorri-se com satisfação; leva-se o copo à boca... Por vezes este compasso ternário inclui também um contratempo que irá alterar toda a melodia. Um exemplo é a quebra do saca-rolhas que altera a acentuação métrica natural do compasso, que passa agora a ser: olha para a garrafa, põe as mãos na cabeça e pragueja; olha para a garrafa, põe as mãos na cabeça e pragueja; olha para a garrafa…
 
Outra das diferenças que existe entre estes dois tipos de valsa é o efeito fisiológico que provoca nos dançarinos. No caso da valsa de salão, quem a pratique sentirá um ligeiro cansaço físico acompanhado de uma sensação de prazer, euforia e bem-estar geral despoletada pelas endorfinas produzidas durante a actividade física. Já no que diz respeito à valsa praticada com o vinho, o cansaço físico é acompanhado de fala entorpecida, gargalhadas descontextualizadas e sensação de “cabeça pesada”. Também é frequente aos praticantes desta última, sobretudo aos com menos prática da actividade, a coloração arroxeada dos lábios, dentes e língua. De comum às duas temos a sensação de relaxamento, que é muito mais acentuada no segundo caso, pois a partir de certa altura os dançarinos encontram-se tão relaxados que o pudor dá lugar à libertinagem (acentuam-se os decotes, desnudam-se as pernas, roçam-se as peles...).
 
A valsa termina quando os dançarinos estão num estado pré-comatoso, por vezes mesmo antes de serem bebidas todas as garrafas alinhadas no início do sarau, levando a um desperdício que deveria ser punido por lei.
 
 
Deve-se dançar até ao fim e nunca deixar por beber uma garrafa que já respirou.
publicado por Veruska às 17:13

link do post | comentar | favorito
|
1 comentário:
De MARTA a 19 de Novembro de 2007 às 13:42
ESTÁ REALMENTE FANTÁSTICA !!!!

Comentar post

.eu

.pesquisar

 

.Agosto 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.últimos reflexos

. ...

. O poder da publicidade......

. Que coisa estúpida... ou ...

. ...

. ...

. ...

. Concentração motard de Fa...

. ...

. ...

. ...

.caixa de Pandora

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2011

. Agosto 2010

. Abril 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

.tags

. todas as tags

.favoritos

. Uma experiência quase cie...

. Os vossos favoritos

.links

.espreitadelas

Contador grátis
Link

.mais comentados

blogs SAPO

.subscrever feeds