Quarta-feira, 14 de Maio de 2014

Ser hipster... ou um look arrojado


 

Conchita Wurst vence o Festival da Eurovisão e eu desconhecia que afinal a tal mulher barbuda de que já tinha ouvido falar em conversas paralelas existia mesmo. Esta assunção da verdade não foi fácil. Logo de início não percebi quem era aquela personagem que vislumbrei em algumas passagens pela minha sala, entre ralhetes a uma criança e negações de mudança para o canal Panda.  Juro que pensei que se tratava de um anúncio qualquer ou uma eventual promoção a um qualquer show televisivo em que o non-sense seria a força motriz. Mas como as redes sociais ainda cumprem o seu papel informativo (pelo menos para mim) lá embebi a verdade nua e crua negando a audição da respetiva canção (confesso o preconceito…) e não deixei de me impressionar com tão estranho look, até ao dia de hoje.

 

Considero-me contemporânea, mas pelos vistos só mesmo a modernidade é que chegou até mim, pois desconhecia por completo que um look que incluísse uns longos cabelos compridos, quiçá alvo de alisamento japonês, pudessem conjugar com uma barba curta que de tão cerrada parece uma tela de um qualquer artista hiper realista. Sem dúvida que Conchita será um hipster (outro termo que até agora só associava às cuecas) pois só poderá valorizar o “pensamento independente, a contra-cultura, os políticos progressistas, a arte e o rock indie, a criatividade, a inteligência e o sarcasmo e a ironia”.

 

Claro que o seu caminho será sinuoso e acredito inatingível. Prevejo uma alteração na tribo a que pertence trocando definitivamente a sua cueca hipster por um fio dental de elástico puído e transparências  reveladoras, invocando para todo o sempre o seu momento de glória ao levar pela segunda vez para a Áustria tão importante galardão

publicado por Veruska às 15:01

link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
|
Sexta-feira, 27 de Junho de 2008

O Allgarve em todo o seu esplendor... ou como os homens adoram um transexual

 

 
Quando há seis anos atrás escolhi o Algarve para morar, sabia que jamais poderia viver longe do mar. Pouco conhecia desta região e quando olhei para o mapa decidida a escolher o local onde iria morar decidi logo ali escolher uma cidade; era muito importante continuar a ter uma vida semelhante à que tinha em Lisboa (precisava do ginásio, dos cinemas, das lojas, dos museus, da vida nocturna…). Depois de uma pesquisa rápida optei por Faro, não por me parecer a escolha mais adequada, mas sim por me parecer a menos má – afinal tratava-se da capital de distrito.
 
Como a vida nunca é linear, acabei por ir parar a Olhão trazendo apenas uma mala cheia de roupa no carro e a vontade de começar uma vida a sério! Três meses depois mudei-me para Faro e à medida que ia conhecendo a região, a desilusão ia-se instalando: a dimensão de uma grande cidade não estava presente, o provincianismo das pessoas não me agradava, o calor atrofiava o meu cérebro e até o trânsito da hora de ponta de Lisboa me fazia falta (recordo com alguma nostalgia os pequenos-almoços feitos em frente à televisão vendo atentamente a situação do trânsito na capital …).
 
Hoje, já tanto tempo depois, continuo a achar que Faro não tem a dimensão de uma grande cidade, que os algarvios são demasiado provincianos, que o calor me atrofia o cérebro e que as gigantescas filas de trânsito podem deixar saudades, mas como em tudo na vida, adaptei-me - passei a ter um grande prazer: nas caminhadas à beira-mar ou no Ludo, na possibilidade de desfrutar da praia durante todo o ano (surf, surf, surf… :)), no facto de poder ir a todo o lado sem necessitar de utilizar um meio de transporte ou na oferta cultural a preços muito inferiores aos de Lisboa. Claro que nem tudo é perfeito e a grande falha são mesmo os ginásios (muito, mas mesmo muito fraquitos).
 
Nestes anos que tenho passado por aqui não houve uma estagnação total, mas pouco coisa mudou. Como não devo ser a única a pensar assim, desde há dois anos a esta parte e durante o Verão, o Algarve transforma-se em Allgarve – “um programa integrado de eventos de animação que pretende, através do life-style, glamour e espírito cosmopolita que estes imprimirão, proporcionar experiências que marquem todos os que nele participarem”. Como às vezes dizem que eu sou uma “betinha” (apesar de não concordar…), os conceitos de life-style, glamour e espírito cosmopolita assentam em mim como uma luva e por essa razão decidi participar nos vários eventos de animação que vão ocorrendo um pouco por todo o Sul. Comecei pela festa “Allgarve Inaugura” no Largo da Sé de Faro, onde iria assistir a vários concertos de algumas bandas emergentes (Rita Redshoes, DeVotchKa e Hércules & Love Affair) e dançar ao som da música do DJ Rui Pragal da Cunha (um mito vivo, mas que se não parar com esta actividade poderá passar rapidamente apenas a mito, tal foi a sua má prestação a misturar as músicas…). 
 
Os vários espectáculos foram muito bons, mas a última banda superou todas as expectativas; tanto a sua actuação em palco como a sua imagem foram muito originais – a secção de metais tocou harmoniosamente, o guitarrista luso-português vibrou durante toda a actuação, a vocalista aparentava ser um pequeno rapazinho e o vocalista parecia uma linda e sensual mulher que deixou boquiabertos todos os homens presentes no recinto e os levou ao mais absoluto êxtase (aqui faço uma pequena paragem só para mais uma vez constatar a fraca acuidade visual masculina).     
    
Mas foi mesmo esta banda que mais se adequava ao espírito de todo o programa Allgarve – quando não acontece nada de realmente novo pode-se sempre “editar” o que já existe!
 
publicado por Veruska às 14:06

link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
|

.eu

.pesquisar

 

.Agosto 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.últimos reflexos

. Ser hipster... ou um look...

. O Allgarve em todo o seu ...

.caixa de Pandora

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2011

. Agosto 2010

. Abril 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

.tags

. todas as tags

.favoritos

. Uma experiência quase cie...

. Os vossos favoritos

.links

.espreitadelas

Contador grátis
Link

.mais comentados

blogs SAPO

.subscrever feeds