Sexta-feira, 6 de Março de 2009

Mais um regresso do Michael Jackson... ou as emoções veladas de um cantor em decadência

 
Nunca gostei particularmente de rock e por essa razão, da minha adolescência não são os U2, os Simple Mind ou os Pink Floyd que recordo. Quem me fazia vibrar nesses tempos era mesmo o Michael Jackson, principalmente durante todo o período de reinado do seu álbum Thriller. Os anos foram passando, os meus gostos musicais foram migrando para outras sonoridades e o Michael Jackson passou a estar longe das minhas preferências musicais.
 
Mas da mesma forma como recordamos sempre um antigo amor com algum carinho, confesso que sempre que nas aulas de hip-hop o instrutor (um recém-trintão, esse sim grande fã do artista) nos obrigava a fazer o aquecimento ao som de algum dos seus sucessos, eu vibrava de forma intensa e recordava aquele que porventura terá sido a minha primeira paixão platónica por um artista do mundo das canções.
 
Hoje, já algumas décadas depois, o efeito causado por essa personagem que se intitula Michael Jackson não pode estar mais longe do enamoramento que senti. Se a sua música já não me desperta sensações de prazer, então a sua imagem desencadeia em mim uma série de emoções que começam na repulsa, passam pelo espanto e cepticismo e culminam com a admiração total por quem fabricou aquela cara. Quando vi as suas últimas imagens foi-me impossível esquecê-las tal era a artificialidade de tudo aquilo: a peruca de cabelos negros, fartos e hiper-brilhantes; o nariz consentâneo com o boato de que ele usará uma prótese nesse apêndice; a impossibilidade de lhe ver nem que fosse 1 mm2 de pele em virtude de esta se encontrar totalmente coberta por qualquer coisa que devido ao meu insuficiente vocabulário vou chamar de maquilhagem; os lábios carnudos resultado indubitável de injecções de silicone ou qualquer outro sucedâneo; a “covinha” do queixo que há muito já deixou de o ser e que agora não passa de uma “bifurcação”... Mas de tudo, o que mais me impressionou foi mesmo a face inexpressiva, apesar do sorriso aberto que insistiu em mostrar por várias vezes.
 
Como sei que as estrelas deste nível de popularidade são geradoras de tendências e que ao mesmo tempo são pouco mais do que joguetes de uma estrutura complexa especializada em “ganhar dinheiro”, depressa percebi que teria de haver algo por detrás daquela imagem. Claro que sendo eu, uma especialista na ciência que estuda os fenómenos aparentemente desconexos, rapidamente encontrei a explicação para tudo isto. O Michael Jackson passou a ser um “emoticon” (=emoção+ícone), uma forma de comunicação paralinguística muito utilizada actualmente na escrita de mensagens. Substitui-se uma verdadeira emoção por um boneco que corresponde a uma sequência de caracteres e cujo exemplo mais conhecido é o “smiley”.
 
Não faço ideia de quais os caracteres tipográficos a que corresponde Michael Jackson, nem sequer a que emoção pretende colar-se, mas como da sua voz não são os adjectivos bela, harmoniosa ou sequer melodiosa que a podem caracterizar e como da sua expressão corporal só percebemos que frequentemente sente um desconforto muito grande que o leva a apertar os testículos e a pedir ajuda levantando o outro braço, de certeza que não será o “smiley” o ícone a que corresponde.
 
publicado por Veruska às 21:17

link do post | favorito
Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



.eu

.pesquisar

 

.Agosto 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.últimos reflexos

. ...

. O poder da publicidade......

. Que coisa estúpida... ou ...

. ...

. ...

. ...

. Concentração motard de Fa...

. ...

. ...

. ...

.caixa de Pandora

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2011

. Agosto 2010

. Abril 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

.tags

. todas as tags

.favoritos

. Uma experiência quase cie...

. Os vossos favoritos

.links

.mais comentados

blogs SAPO

.subscrever feeds