Quarta-feira, 18 de Fevereiro de 2009

No Algarve tudo é diferente... ou como o serviço CTT Expresso "trabalha" em Faro

Como já expliquei várias vezes, quando me decidi por Faro para viver, não me apoiei em nenhuma espécie de conhecimento sobre esta cidade ou sobre o Algarve, não procurei conselhos de quem já conhecia o modo de viver da região e nem sequer prestei mais atenção ao Jornal da Noite da TVI (o único que presta um serviço de informação isento sobre o que realmente se passa aqui por esta terra…). Simplesmente peguei no mapa e decidi que Faro poderia ser um bom lugar para trabalhar e viver.
 
            Confesso que o choque foi muito grande. Apesar de vir de uma vila, sentia que Faro era muito mais provinciano do que Cascais! Lentamente lá me fui adaptando e há medida que o tempo passava até ia conseguindo encontrar algumas vantagens nesta nova forma de vida. A primeira foi o acesso gratuito à internet. Por aqui não é o SAPO, o Kanguru, ou a NetCabo que detêm a maior quota de mercado, pelo menos no prédio onde moro, é mesmo a net V*****. Este operador trabalha apenas com velocidades de acesso muito elevadas mas infelizmente e como em tudo na vida, tem a desvantagem de ter limitado as comunicações P2P.
 
            Uma outra diferença reside na entrega do correio expresso. As encomendas chegam-nos através dos vizinhos e não pelo carteiro, embora este último não esteja totalmente ausente de todo o processo.  O vizinho, depois de jantar, dirige-se ao nosso domicílio e pergunta-nos se estaríamos à espera de alguma encomenda. Quando a resposta é afirmativa, a embalagem é-nos entregue e ao mesmo tempo informa-nos que já tentou encontrar o destinatário em vários andares mas não conseguiu. O vizinho também estranha que o pacote venha endereçado a um tal de D*****, e como ele sabe, não mora ali nenhum homem (é escusado explicar, que o nome masculino D***** é o meu apelido!).
 
            Alguns minutos depois de acusada a recepção, o destinatário recebe uma chamada telefónica de uma pessoa que se intitula o carteiro e que apesar de ter conhecimento do número de telemóvel da pessoa para quem telefona não faz ideia de qual será o seu nome. Nessa altura o presumível carteiro pergunta se a encomenda chegou em bom estado e certifica-se de que tudo decorreu sem problemas e informa que em Faro o serviço CTT Expresso não faz serviço nocturno e que simplesmente a Fnac Online desconhece facto.
 
            Aqui a vantagem é a eficiência do serviço de reclamações. Não fosse a intenção manifestada ao vizinho, de que uma encomenda se entrega ao destinatário e não a outros e que por essa razão uma reclamação iria ser formalizada, duvido que o presumível carteiro me tivesse telefonado!
 
publicado por Veruska às 18:51

link do post | comentar | ver comentários (11) | favorito

.eu

.pesquisar

 

.Agosto 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.últimos reflexos

. No Algarve tudo é diferen...

.caixa de Pandora

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2011

. Agosto 2010

. Abril 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

.tags

. todas as tags

.favoritos

. Uma experiência quase cie...

. Os vossos favoritos

.links

.espreitadelas

Contador grátis
Link

.mais comentados

blogs SAPO

.subscrever feeds